Design único pode dispensar legenda e criar identificação automática à marca

Já é tomado por verdade popular que uma imagem vale mais do que mil palavras, certo? Quando o assunto é negócio, o logotipo descreve tudo aquilo que a empresa acredita, busca e, de fato, é.

O logotipo é a expressão de uma marca, empresa, ou profissional, em um símbolo que traduz seus conceitos através da arte do design. Por sua vez, o design vai além de formas e cores, trabalha a conectividade dos elementos, a aproximação do receptor e detalhes da semiótica. Aí, a criatividade entra em cena e assume o papel principal.

“Através da criatividade, a arte é responsável pela comunicação de uma ideia concreta sobre a essência da empresa, seus produtos e seus valores para os olhos de potenciais clientes, de forma a cativar uma interpretação legítima da personalidade da marca” explica Flávio Mello, CEO da Blank Agência Criativa.

A personalização e exclusividade no design do logotipo criam uma identificação automática a esta ou àquela marca. Por isso, a arte pertence mais aos consumidores do que à empresa e, assim, verdadeiros ícones que dispensam descrição textual e são facilmente relacionados.

Para além do reconhecimento, o logotipo pode passar por reconstrução e redesign permitindo a renovação da reputação da marca, sua recolocação no mercado e uma nova comunicação de sua imagem real.

Por Amanda Tambara